terça-feira, maio 23, 2006

O Engenheiro Técnico
Fernando Santos não seria a minha primeira escolha para treinador. Esperava alguém mais motivador, sem o ar algo cinzento do engenheiro. Camacho, por exemplo, embora tacticamente inferior, ganha-lhe por KO na arte de entusiasmar os pupilos e na vontade de vencer. Mas o espanhol vai voltar ao Real Madrid como director, e outras opções, como Eriksson ou Scolari, seriam demasiado dispendiosas. Zaccheroni era uma incógnita. Podiam talvez pensar no factor surpresa, alguém como Michael Laudrup. Assim como assim, sempre é preferível a Carlos Queirós - que há dois anos, salvo erro no Aviz, ficou à frente de Santos como "pior treinador do ano".
O engenheiro tem no entanto algum currículo (além da curiosa experiência de , e nas duas últimas épocas conseguiu o milagre de deixar a equipa do AEK de Atenas, um clube à beira da falência e que viu os melhores jogadores rescindir contrato por salários em atraso, em segundo lugar no campeonato grego. É, sabe-se há muito, benfiquista assumido. E quem pode dizer se não será esta característica a dar-lhe outra energia e vontade de vencer? Vamos confiar.

PS: quanto ao tão falado regresso de Rui Costa, só acredito quando o vir na sala de imprensa da Luz, de cachecol, com a águia Vitória nas mãos e os adeptos em festa. Sabe-se lá depois de se desvincular do Milan ele não pretende ficar mais uns temos na Toscana...

PS2: faz um hoje ano que voltámos a ser campeões. Um ano, já, desde aquela inolvidável noite no Bessa. Que muitas assim se repitam, de preferência sem a dose de nervosismo que durou até ao minuto 89.

2 comentários:

looking4good disse...

Obrigado pela sua visita mas não percebi o comentário. Cumprimentos. E é verdade temos o "engenheiro do penta" a treinar o Benfica...

João Pedro disse...

Simples: o comentário que eu deixei sobre as efemérides tinha exactamente a ver com o ps2 aí de cima: a comemoração do título do Benfica, a 22 de Maio de 2005.