segunda-feira, junho 05, 2006

Liberdade absoluta? Ou absolutíssima?

Uma inocente pergunta a todos os que acham que a liberdade de expressão não pode ter quaisquer limites, em ocasião alguma, sejam mais ou menos liberais: concordam com a criação de um movimento que defenda a pedofilia livre (além da zoofilia), como o que surgiu agora nos Países Baixos? Não têm nada a opôr? Ou afinal sempre há limites à livre expressão que se justificam perante casos de força maior?

3 comentários:

sabine disse...

Pois...

Pedro Sá disse...

Faz parte da liberdade de expressão poderem defender isso.

mens agitat molen disse...

Convém não esquecer que a liberdade tem que estar sempre aliada à responsabilidade. Um Estado que se considere livre e democrático deve sempre colocar entraves a "liberdades" que possam colocar em causa a segurança e a qualidade de vida da maioria de seus membros.